Como começar a estudar para concursos públicos!

Laura Amorim
por Laura Amorim12 de maio de 2019

Como começar a estudar para concursos públicos. Essa é uma dúvida muito comum entre os que estão iniciando a preparação. Caso você esteja um pouco perdido, leia este post.

Quando comecei, a maior dificuldade foi justamente sair do marco zero e ir na direção correta. Perdi um tempo precioso ao sair “atirando às cegas”. Teria economizado horas e horas de estudo se tivesse dedicado um tempinho maior para me inteirar sobre concursos públicos e sua preparação.

O estudo para concursos públicos é bem particular e diferente do estudo que já havia experimentado (escola, faculdade). Então, em primeiro lugar, esteja aberto às mudanças que essa jornada exige.

Como escolher um concurso público?

Vou fazer um passo a passo para o momento Zero da sua preparação (se você já começou e não passou por algum deles, vale a pena voltar rapidinho!):

1º Passo – Funcionamento do concurso público:

Antes de começar a estudar para concursos públicos, é importante que você entenda como funcionam os Concursos Públicos: suas etapas (autorização, edital, homologação…), as principais bancas, onde pesquisar as notícias, etc. Recomendo a leitura do meu post aqui no Blog: Como Funcionam os Concursos Públicos.

Além disso, para se inteirar sobre todos esses assuntos, assista ao meu vídeo “O Bê-a-bá dos Concursos Públicos”:

2º Passo – Escolhendo a área do meu concurso:

Após entender como funcionam os concursos públicos, é hora de decidir qual área escolher (policial, fiscal, controladoria, legislativa, etc.).

Pesquise quais são as principais áreas e veja com quais se identifica. Não se esqueça de analisar a exigência de formação específica nos editais passados (por exemplo, para ser juiz, você tem que ser formado em Direito).

Em seguida, informe-se das respectivas carreiras e atribuições dos cargos. Uma boa opção é assistir a depoimentos de profissionais de cada área no Youtube. Por fim, escolha o concurso ou a área “foco” que mais te agrade.

É importante a leitura dos respectivos editais anteriores. Confira as matérias cobradas, os respectivos pesos, as fases, as formações exigidas, etc., isso te ajudará a conhecer melhor a batalha que está por vir.

Planejamento é tudo!

Nessa etapa você pode se adiantar e verificar se há possíveis “alternativas” ao seu concurso. Explico: se você escolheu prestar Receita Federal, vale a pena pesquisar também sobre os fiscos estaduais ou municipais, pode ser que uma prova saia antes da outra e você decida fazê-la.

Por último, escolhido o cargo, procure ler ou assistir depoimentos sobre aprovados na área de interesse (nos canais de cursinhos é cheio!). Isso vai te ajudar a ter uma noção de como será sua preparação: rotina, alguns métodos de estudos, dicas sobre a preparação para cada fase, erros cometidos (para que você não os repita!).

Pronto! Depois disso, você vai ter um pouco mais claro na sua mente qual direção seguir, quais serão os obstáculos e o preço a ser pago! Agora, você já está quase pronto para começar a estudar para o seu concurso.

Como montar um ciclo de estudos!

Agora, vou falar um pouco sobre o planejamento em si – isso é MUITO pessoal, mas vou dar umas dicas gerais para que você consiga construir um ciclo de forma simples, mas assertiva:

1ª Parte do Ciclo de Estudos

  1. Pegue o edital mais recente e liste as matérias cobradas, organizando-as em ordem decrescente de número de questões de cada uma (multiplicadas pelos respectivos pesos, se existirem: ex., se há 10 questões da matéria X com peso 2, o número de questões para essa lista será 20);
  2. Analise quais matérias você já estudou antes ou tem facilidade e as destaque com uma bolinha à frente do nome;
  3. Marque um x à frente das matérias de que você nunca ouviu falar, ou que tem dificuldade;
  4. Também coloque um x para as matérias cobradas nas discursivas, se houver.
  5. As matérias marcadas com bolinha podem descer uma ou duas posições na lista e as com x podem subir uma ou duas posições (avalie conforme sua confiança/dificuldade).
  6. Agora você tem uma lista 00 de priorização!

Mas CALMA, você ainda não vai dividir suas horas!

2ª Parte do Ciclo de Estudos

  1. Veja quais matérias têm “pré-requisitos” (Ex.: para entender melhor Tributário, é importante ter uma base em Constitucional e Administrativo, mas não há qualquer impedimento em começar Contabilidade, por exemplo). Para isso, vale uma conversa com quem já estuda para sua área.
  2. Deixe “suspensas” essas matérias com pré-requisitos e só comece a incluí-las quando já tiver visto mais de 70% da respectiva matéria básica.

3ª Parte – Construindo o ciclo:

  1. Coloque seus horários no papel e some quantas horas “livres” têm por dia;
  2. Divida essa carga horária por blocos (recomendo sessões de 1h para cada matéria);
  3. Distribua as matérias “não suspensas” por esses blocos, reservando mais blocos àquelas no topo da lista (a partir de três/quatro vezes por semana) e menos àquelas no final (uma/duas vezes).
  4. Se forem muitas as matérias inéditas, comece com umas quatro ou cinco, seguindo a ordem da lista, e, conforme for avançando, diminua sua carga horária nessas e vá acrescentando as novas.

Pronto! Agora você já pode começar a pôr a mão na massa! (de novo, isso é muito pessoal e há vários métodos, só estou tentado dar um norte pra vocês).

E pra finalizar…

Então, agora você já tem seu planejamento e já pode começar a pôr a mão na massa. Mas eu queria tecer alguns comentários sobre o início da sua preparação e alguns erros comuns.

Quantas horas estudar por dia?

Trace metas palpáveis. Quando começamos a estudar é natural não sabermos da dificuldade que é passar todas aquelas horas sentados e concentrados no estudo.

Um dos erros mais comuns de quem começa a estudar para concursos (que eu cometi) é você querer começar logo de cara com um ritmo de estudo pesado. No início, eu já queria começar fazendo oito horas líquidas por dia, mas não conseguia passar de quatro, mesmo tendo o dia todo pra estudar, e isso me deixava extremamente  frustrada.

O estudo é como a corrida: você começa devagar e aos poucos vai aumentando sua resistência e conseguindo fazer treinos cada vez mais longos! Leve isso em conta desde o início e você vai ver que a sensação de cumprir uma meta razoável é beeeem mais motivadora do que a de falhar em cumprir metas impossíveis.

Outra coisa pra levar em consideração antes de começar a estudar para concursos públicos é sua distância até a prova. Se você está começando a estudar para concursos e visa o longo prazo (como foi meu caso), mantenha um ritmo de estudo ao mesmo tempo desafiador e confortável: tenha momentos livres no dia, descanse aos domingos, não se desespere. Lembre-se: você vai ter que conseguir se manter nessa rotina por um tempo.

Agora, se você já está no pós edital, aí é hora de realmente dar aquele gás, dar seu máximo. É por um período curto, então aumente as horas e diminua os descansos, tá?

Qual método de estudo utilizar?

Experimente diferentes métodos de estudo. Provavelmente o estudo pra concurso é completamente diferente de tudo o que você já fez antes. Antes começar a estudar para concursos públicos, pesquise um pouco sobre métodos de estudo, organização, revisão, mapas mentais e experimente um pouco de cada coisa.

Com alguns você vai se dar bem, com outros não! Isso é MUITO pessoal, por isso não tem como eu te falar o que é o certo pra você. Por exemplo, existem muitos métodos de revisões programadas, etc., eu tentei vários e não me adaptei a nenhum. Então, acabei fazendo “no sentimento”, o que funcionou pra mim – depois vai ter um post/vídeo só sobre isso. Mas o importante é você ter testado vários pra encontrar o que realmente melhor se encaixa no seu perfil.

Se tiverem interesse em acompanhar mais dos meus conteúdos, estou sempre presente em minhas redes sociais: InstagramYoutubeFacebook e podcast no Spotify!

É isso. Força aí!

Gostou? Compartilhe!

3 comentário para para “Como começar a estudar para concursos públicos!”

  1. irani Amélia dos Santos disse:

    Amei as dicas.

  2. Dariana disse:

    Sempre arrasando nas dicas!

  3. Carlos Damulakis disse:

    Lulu você é show em tudo que posta.
    Um grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer melhorar seu desempenho em provas e concursos?

Assine nossa newsletter e receba minhas dicas!