Como Acrescentar Matérias No Pós-Edital?

Laura Amorim
por Laura Amorim27 de maio de 2022

Como acrescentar matérias no pós-edital?

Acrescentar matérias novas no pós-edital é uma situação comum no universo dos concursos.

A forma mais lógica de se preparar para um concurso é seguir o edital anterior (ou as tendências das provas recentes da área, se o edital do seu cargo for muito antigo). Porém, quando o edital é publicado pela banca, é possível que sejam cobradas novas disciplinas.

Não há dúvidas de que ser surpreendido com novas disciplinas no edital é um impacto para os concurseiros; afinal, o tempo no pós-edital é precioso, e cada instante conta para que você consiga estar preparado para a prova.

Entretanto, há estratégias para absorver este impacto da melhor forma possível e se manter competitivo para conquistar a sua vaga!

Comece a estudar o quanto antes

Minha primeira orientação é: comece a se preparar o quanto antes, com o edital anterior, e avance o máximo que puder. Afinal, se no momento da publicação do edital você já tiver estudado grande parte das matérias cobradas, será mais fácil acomodar uma nova matéria.

Além disso, ao adiantar seus estudos com o edital anterior você estará, a cada dia, um pouco mais à frente do seu concorrente que decidiu esperar pelo edital da prova que virá – para ele, todas as disciplinas serão novas, não é mesmo?

Evite fazer resumos e mapas mentais nesse momento

No pós-edital, é preciso ser o mais eficiente possível. A produção de materiais de revisão é um investimento de tempo para que, no pós edital, você possa usar apenas eles (eu, por exemplo, levei mais de um ano produzindo os meus, que se tornaram os Mapas da Lulu). Neste momento, não há tempo hábil para criar esse tipo de conteúdo.

Por isso, invista em materiais de revisão prontos e confiáveis (como os Mapas da Lulu) ou siga sem materiais de revisão, conferindo diretamente marcações no seu material-base.

Priorize o material escrito

Materiais escritos são, sem dúvida, mais ágeis e direcionados que videoaulas. Por isso, se você está estudando aquela disciplina pela primeira vez no pós-edital, priorize os PDFs. Recorra às videoaulas apenas em pontos específicos da matéria em que sentir necessidade de uma explicação mais aprofundada.

Foque na resolução de questões

Passei uma vez pela disciplina, para conseguir se contextualizar na disciplina e ter uma noção geral da matéria. Eu recomendo que faça marcações e, a cada aula, resolva entre 20 e 30 questões, para fixar melhor o assunto e entender como aquele assunto é cobrado.

Então, após finalizar as aulas, foque na resolução de questões da sua banca sobre aquela matéria específica – elas apontarão em qual direção seguir. Aprofunde-se nos tópicos que você notar que são os mais cobrados e consolide o seu conhecimento de forma direcionada.

Tenha calma!

Por fim, tenha calma! Pense comigo: se você foi surpreendido por esta nova disciplina no pós edital, é bem provável que seus concorrentes também o foram. Por isso, a forma com que você irá lidar com essa nova matéria pode significar, inclusive, uma vantagem para você. Com as orientações acima, você conseguirá passar pelos pontos principais da nova disciplina com eficiência e poderá se destacar para conquistar sua aprovação!

Além disso, se quiser saber mais sobre como acrescentar matérias no pós-edital, confira esse vídeo aqui:

Um abraço

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer melhorar seu desempenho em provas e concursos?

Assine nossa newsletter e receba minhas dicas!