Entre a Aprovação e a Posse: o que não te contam!

Laura Amorim

Laura Amorim

Elaborei esse post para te contar sobre um assunto que quase ninguém fala, mas que é extremamente importante para quem entrou nessa vida de concursos públicos: o que acontece depois que você é aprovado?

Você ficou sem dormir, ficou cansado, não saiu com seus amigos, fez muitos sacrifícios, estudou tudo que você podia estudar e, finalmente, foi aprovado!

Mas, e agora?

Muita gente não pára para pensar o que acontece depois que seu nome aparece na lista dos aprovados. Então, eu queria explicar um pouquinho para você sobre esse momento e sobre as diversas formas de encará-lo.

Aprovação Dentro das Vagas e Cadastro Reserva

A primeira coisa que você precisa entender é que há dois tipos de aprovados em concursos públicos:

  1. Aprovados dentro das vagas
  2. Aprovados no cadastro reserva

Os aprovados dentro das vagas são aqueles que têm o direito subjetivo à nomeação. Isso significa que, durante o prazo de validade daquele concurso, esses aprovados têm direito à nomeação e terão que ser nomeados.

Por outro lado, os aprovados no cadastro de reserva não têm esse direito garantido, então não há certeza se que eles serão nomeados durante esse período.

Assim, quando você for aprovado, observe se você está dentro das vagas, o que te dá uma garantia maior de nomeação (cem por cento de certeza nunca haverá), ou se você está no cadastro de reserva, o que te garante somente a possibilidade de nomeação.

Homologação do Concurso Público

Depois de divulgados o resultado e a lista de aprovados, o concurso precisa ser homologado. A homologação do concurso é a validação do processo e da lista de aprovados pelo órgão competente pelo certame. A homologação pode acontecer junto com o concurso, como aconteceu na SEFAZ-GO, ou um pouco depois.

Alguns concursos levam uma ou duas semanas para serem homologados. Todavia, outros podem levar meses para a homologação.

Prazo de Validade dos Concursos Públicos

A partir da homologação, inicia-se a contagem do prazo de validade. Normalmente esse prazo vem escrito no edital, então você já pode consultá-lo. O prazo máximo permitido é de dois anos, prorrogável por igual período – ou seja, se o certame tem a validade de dois anos, ele pode ser prorrogado por mais dois, ficando assim com quatro anos de validade. Se ele tem um ano de validade, ele poderá ser prorrogado por mais um ano, resultando em dois anos de validade.

Durante esse período, os candidatos aprovados dentro das vagas deverão ser nomeados. Porém, muitos acham que serão nomeados e começarão a trabalhar no dia seguinte à nomeação. A verdade é que essa situação é muito rara!

Suponhamos que saiu o resultado do concurso, você foi aprovado e o processo foi homologado. É preciso que você saiba que a sua nomeação pode demorar um pouco a acontecer e esteja preparado para isso.

Vou dar o exemplos do que aconteceu comigo e pessoas próximas a mim:

  • Minha irmã foi aprovada no TRT no Espírito Santo e a nomeação dela demorou em torno de um ano e dois meses para acontecer.
  • A minha prima foi aprovada para o cargo de Auditor Interno da Prefeitura de Belo Horizonte e ela foi aprovada em 1o lugar e ainda não foi nomeada, porque o prazo de dois anos foi prorrogado por mais dois. Então, ela poderá ficar até quatro anos aguardando a nomeação.
  • Já eu fui aprovada na SEFAZ-GO e SEFAZ-SC e o resultado final saiu em janeiro de 2019, mas até agora (12/12/2019) não fui nomeada. Não é possível ter uma previsão certa de quando ocorrerá a nomeação. A SEFAZ-GO se manifestou no sentido de que não haverá nomeação até o meio de 2020.
  • Por outro lado, eu fui aprovada para o cargo de Consultor Legislativo da CMBH em maio de 2018 e já fui nomeada em junho daquele ano, começando a trabalhar em julho.

Com isso, perceba que, na melhor das hipóteses, a nomeação pode ser rápida, mas não necessariamente será assim. Por isso, você tem que estar preparado para uma eventual morosidade!

Se você está trabalhando e foi aprovado, não saia do seu trabalho imediatamente só porque você viu seu nome na lista de aprovados, pois pode ser que você tenha que ficar ali por mais alguns anos até que aconteça sua nomeação.

Inclusive, se você está por conta dos estudos para concurso e foi aprovado, recomendo que continue estudando até você ser nomeado. Pode ser que, após a sua aprovação, saia um novo concurso com nomeação antes do concurso em que você foi incialmente aprovado: se você continuar estudando, poderá fazer essa segunda prova, ser aprovado e nomeado, e esperar a nomeação por aquela primeira aprovação já ocupando um cargo público.

Considerações Finais

Então é isso pessoal! Resolvi tocar nesse assunto porque é muito pouco falado por aí! Não pensamos no que pode acontecer depois da aprovação. É importante que você planeje suas economias para passar por esse momento pré-nomeação sem preocupações, e prepare seu psicológico para não se sentir frustrado se não começar a trabalhar logo após a aprovação!

Se quiser saber um pouco mais sobre o assunto, gravei um vídeo para o Youtube (aproveita e se inscreva no canal):

https://www.youtube.com/watch?v=mHW5OwK6RTs

Um beijo e até a próxima!

Laura Amorim.

Compartilhe esse artigo

Sobre a autora

Sobre a autora

Aprovada nos concursos de Auditor Fiscal Estadual de Santa Catarina (7º Lugar), Auditor Fiscal Estadual de Goiás (23º lugar), Consultor Legislativo (4º lugar), Agente da Polícia Federal (em 2021).

Especialista em preparação para concursos públicos, técnicas de aprendizagem acelerada e estudos de alto rendimento.

Assine nossa Newsletter

Melhore seu desempenho em provas e concursos com dicas direto no seu email

Conheça nosso podcast

newsletter

Mantenha-se atualizado com
dicas direto no seu e-mail

Ao prosseguir, concordo com os Termos de Uso e reconheço que li as Políticas de Privacidade.

Contato por WhatsApp