Como Resolver uma Prova de Concurso Público em Quatro Passos

Picture of Laura Amorim

Laura Amorim

Como resolver uma prova de concurso público, é sobre isso que vamos falar hoje!

Parte da pontuação que um concurseiro alcança em uma prova de concurso não é decorrente apenas do que ele sabe e já estudou, mas depende também de como ele resolverá a prova.

É muito importante saber o que fazer ao receber a prova: por onde começar, quais questões deixar para o final, quais ler primeiro, quais pular, etc. Ainda que o candidato seja um excelente aluno, pouco adiantaria se, durante o exame, ele se prendesse em alguma questão específica a ponto de não sobrar tempo para resolver as demais, não é mesmo?

Por isso, vou compartilhar com vocês a estratégia que eu usei nas provas de SEFAZ-GO e SEFAZ-SC, que foram os dois últimos concursos que eu fiz.

Essas duas provas tiveram uma relação tempo/número de questões muito desfavorável, porque eram muitas questões longas para pouquíssimo tempo. Assim, a estratégia de prova foi muito importante para que eu terminasse a prova bem, tendo-a resolvido por completo!

Então, vamos lá.

Minha estratégia de prova

Primeiramente, assim que você receber a prova, respire e conte até 10! Assine tudo que tiver de ser assinado: o cartão de respostas, o caderno de prova, porque com isso você supera aquela tensão inicial! Se você for direto para as questões, a chance de você sair fazendo besteira é grande, então, acalme-se.

É importante ter em mente que, em um concurso, a relação questões/tempo não é favorável – a prova não é feita para que sobre tempo.

Por isso é preciso garantir o maior número de pontos possível no início do exame. Não se prenda demais em questões muito difíceis, que você não sabe se conseguirá resolver, caso contrário correrá o risco de deixar sem resposta aquelas que você acertaria.

1º Passo para Resolver uma Prova de Concurso:

Primeiramente, para resolver uma prova de concurso público é passar uma vez por toda a prova, resolvendo todas as questões curtas e que você tenha certeza da resposta.

Assim, se você leu uma questão de Direito Constitucional (sem texto longo) e soube responder, já marque a alternativa correspondente e coloque um “C” ao lado da questão.

Contudo, se você ler uma questão e não souber responder, não marque nenhuma alternativa, apenas assinale ao lado com um “X” ou com um “/”, no caso de ter ficado na dúvida entre duas alternativas.

Neste caso, se você ficar em dúvida entre duas ou três alternativas, deixe isso assinalado, riscando as opções que você já sabe que estão erradas. Assim, não será preciso reler todas as alternativas.

Também responda as questões de exatas que forem mais curtas – com a prática você irá olhar para uma questão e saber dizer se ela é uma questão mais rápida ou que exige muito cálculo e raciocínio.

Logo, faça isso passando por toda a prova. Salte também questões que têm texto, a própria interpretação de Português, questões com enunciados muito grandes ou que exigem muitas contas.

Assim, agora que você já respondeu todas as questões que você tem certeza e já garantiu vários pontos, vamos ao próximo passo.

2º Passo para Resolver uma Prova de Concurso:

A próxima etapa é passar novamente pela prova, agora resolvendo as questões mais extensas e com texto, mas que você sabe como responder!

Novamente, assinale as alternativas que te deixaram em dúvida e passe para a próxima questão, sem se prender muito em nenhuma.

Assim que terminar a segunda passada, você já terá marcado todas as questões das quais você tem certeza.

3º Passo para Resolver uma Prova de Concurso:

Em terceiro lugar, após ter resolvido todas as questões que você tem certeza da resposta, pegue seu gabarito e marque a alternativa certa com um pontinho – não colora o quadradinho logo de cara, apenas marque com um ponto. Essa técnica salva vidas!

Se na hora de passar as respostas para o gabarito você errar, com o pontinho ainda é possível corrigir.

Depois que passar dessa fase, dê uma pausa. Vá ao banheiro, beba água, coma seu lanche… Respire para o seu cérebro dar uma pausa, porque agora é o momento de encarar as questões difíceis, que você não soube resolver inicialmente.

4º Passo para Resolver uma Prova de Concurso

O último passo de como resolver uma prova de concurso público, é ir, então, para a resolução das questões que você não soube responder, mas fique atento ao relógio. Quando faltarem 40 minutos para o fim da prova, independentemente da questão que você estiver resolvendo, pegue seu gabarito e colora todas as bolinhas que você fez, garantindo os pontos que você já sabe.

Agora, você pode se voltar para as questões que você não sabe, sem se preocupar em ficar preso em alguma. Seu tempo restante é justamente para isso. Você pode ficar raciocinando, tentando diferentes métodos de resolução, fazendo contas. Se faltarem 10 minutos para o fim da prova e você não souber a resposta, chute uma alternativa dentre as que te deixaram na dúvida. Se você não souber a resposta de nenhuma das alternativas, chute uma das opções dentre as possíveis!

Portanto, com essa estratégia, você garante todos os pontos das questões que você sabia responder corretamente. No concursos para a SEFAZ-GO, por exemplo, muitas pessoas me disseram que se prenderam em uma questão e não conseguiram fazer uma grande parte da prova.

Ordem das Disciplinas na Resolução da Prova

Nesse caso, em relação à ordem das disciplinas na resolução da prova, eu gosto de começar por aquelas com as quais me sinto mais confortável, como Auditoria, e aquelas com peso menor, para me acalmar no início da prova. Tentava não começar a prova pelas matérias de peso 3.

Em seguida, eu escolhia alguma de peso maior, mas sempre dentre as que eu tenho mais facilidade primeiro.

Sobre as Questões Discursivas

Quando fiz a prova para a Câmara Municipal de Belo Horizonte, o tempo para a prova objetiva e para a prova discursiva era conjunto. Assim, o que eu fiz foi ler o enunciado da prova discursiva e, então, começar a fazer a prova objetiva.

Assim, enquanto eu resolvia as questões objetivas, que eram um pré-requisito para a correção da prova discursiva, eu ia digerindo as informações da prova aberta.

Desse modo, quando terminei a prova objetiva, eu já tinha uma noção do que iria escrever!

Conclusão:

Bom, então é isso, pessoal! Espero que vocês tenham gostado e que eu tenha ajudado com um pouquinho dessa dúvida de como resolver uma prova de concurso! 

Por fim, se quiser saber um pouco mais sobre o assunto:

https://www.youtube.com/watch?v=6Trnzv6DMBY

Laura Amorim.

Compartilhe esse artigo

Picture of Sobre a autora

Sobre a autora

Aprovada nos concursos de Auditor Fiscal Estadual de Santa Catarina (7º Lugar), Auditor Fiscal Estadual de Goiás (23º lugar), Consultor Legislativo (4º lugar), Agente da Polícia Federal (em 2021).

Especialista em preparação para concursos públicos, técnicas de aprendizagem acelerada e estudos de alto rendimento.

Assine nossa Newsletter

Melhore seu desempenho em provas e concursos com dicas direto no seu email

Conheça nosso podcast

Post relacionados

newsletter

Mantenha-se atualizado com
dicas direto no seu e-mail

Ao prosseguir, concordo com os Termos de Uso e reconheço que li as Políticas de Privacidade.

Contato por WhatsApp